Blog

Imprimindo ideias – Nizan Guanes

23/10/2017   publicado por: Sobral Gráfica

“O IMPRESSO FALA COM O MUNDO”
A mídia impressa é uma das maiores oportunidades para a publicidade; se você anuncia no meio impresso, você fala com o mundo. Quando ouço dizer que tudo é digital, quero lembrar que 50% do Brasil é conectado; mas vale lembrar que os outros 50% não é. Na região Norte, apenas 35% das pessoas são conectadas. No Nordeste, somente 37% das pessoas são. No Centro Oeste 44%. Quem é altamente conectado é o Sudeste, com 60%, e o Sul, com 51%.
Lembrando que 40% do Sudeste e 49% do Sul não são conectados. Sabe o que o digital está fazendo melhor? Vendendo o digital. O Facebook é craque nisso, o Twitter e o Google também. As mídias tradicionais não estão mortas. Nós, seres humanos, somos muito ruins de prever o futuro. Nós não nos vestimos como os Jetsons, e não comemos alimentos em pílulas como no seriado Perdidos no Espaço .
Eu brinco dizendo que se é verdade que tudo é digital, eu quero propor que na próxima eleição presidencial, ela deixe de ser feita na TV e no rádio. E seja feita só no Google, no Facebook e no Twitter. Eu quero ver se os partidos políticos vão aceitar. Não estou negando a força do mundo digital. Das partes de alto desenvolvimento social do mundo, o digital é uma força inegável. Fui pioneiro da internet no Brasil. Mas, é preciso lembrar que no nosso mundo, TV, rádio, jornal e revista têm um poder que escapa às métricas anglo-saxônicas.
Os jornais têm um papel institucional fundamental na democracia porque eles falam com quem tem peso, e isso é tão verdade que é uma das áreas que mais cresce na comunicação e nas grandes holdings como a Omnicom, a
FSD, a Hill & Knowlton ou o ABC, porque as grandes marcas sabem que uma matéria de jornal como a que saiu sobre a Volkswagen, destrói uma companhia.
Uma linha de jornal, ou de revista, tem um peso devastador. E nesse nosso mundo moderno mais ainda, porque hoje o jornal e a revista têm um peso da sua circulação, e tem tudo isso potencializado pelo digital. Sem falar que o
mundo nunca precisou tanto de credibilidade na notícia como atualmente. Um anúncio impresso – num panfleto, num encarte, numa revista, num jornal – tem credibilidade incontestável.

A mídia exterior está ganhando outra vida com o digital. Então, este é o nosso ‘ novo mundo novo’. E a internet, ao invés de sepultar as coisas, vai potencializar. Se você está no impresso, você fala com o mundo. Esse mundo
novo é desconcertante e é surpreendente. O novo vem de onde a gente menos espera.

Nizan Guanaes
Fundador do Grupo ABC e Embaixador da Boa Vontade da UNESCO, Nizan Guanaes foi nomeado um dos cinco brasileiros mais influentes do mundo pelo Financial Times e uma das 100 pessoas mais criativas nos negócios, segundo a revista Fast Company. Em 2013, foi apontado pela revista Exame como um dos 16 empreendedores brasileiros candidatos a fazer história. Em 2014, foi eleito, pelo terceiro ano, o publicitário de maior credibilidade do país, segundo a revista Seleções e o Ibope; apontado como Man of The Year, na categoria Liderança, pela publicação GQ e considerado um dos líderes de melhor reputação do Brasil pela Exame. Por fim, Nizan Guanaes, mais uma vez, conquistou a liderança no ranking de publicitários mais admirados pelos anunciantes, de acordo com a pesquisa Agency Scope 2016 by Scopen.